A companhia aérea russa Ural Airlines está pagando um aluguel anual de US$ 11 mil (R$ 54 mil) para um fazendeiro por um avião que pousou em uma lavoura de trigo na Sibéria.

O avião, um Airbus A320, estava com 165 passageiros a bordo quando o piloto identificou uma pane no sistema hidráulico e decidiu pousar no Aeroporto de Novosibirsk, que possui uma pista mais longa.

No entanto, a aeronave ficou sem combustível, forçando a tripulação a fazer um pouso de emergência em uma lavoura de trigo a 185 km do destino. O acidente aconteceu em setembro de 2023.

O pouso foi bem-sucedido e ninguém ficou ferido.

Avião na fazenda

Após o acidente, surgiram diferentes relatos sobre o que aconteceria com a aeronave.

Um relatório sugeriu que a companhia aérea, a Ural Airlines, estava esperando o solo endurecer antes de tentar remover o Airbus A320.

O diretor-geral da Ural Airlines, Sergey Skuratov, chegou a falar na restauração da aeronave.

Outra possibilidade levantada foi a possibilidade de usar peças do avião para outras aeronaves Airbus A320 da companhia aérea.

A Ural Airlines paga aluguel ao fazendeiro para compensar o prejuízo causado pelo avião que impediu o plantio de trigo na lavoura.

A história foi contada pelo chefe do distrito de Ubinsky, Oleg Konyuk, em entrevista ao Komsomolskaya Pravda.

O contrato entre a empresa e o fazendeiro tem duração de um ano, com a possibilidade de prorrogação.

Monitorado por Vejas.com.br – Link Original:
Companhia aérea paga fazendeiro por avião que pousou em lavoura