A Soccer Grass, empresa que instalou o gramado sintético do Allianz Parque, emitiu uma nota explicando os recentes problemas no campo do Palmeiras. 

A Soccer Grass citou as “elevadas temperaturas” e a “poluição” como causadores do problema mostrado pelo UOL. O componente termoplástico colocado na composição do gramado acabou virando uma “pasta” que prende o pé no chão e gruda na chuteira.

A responsável pelo campo também afirmou que fez novos testes hoje de manhã e que o local está apto para receber o jogo contra o Santos. O clássico começa às 18h e é válido pelo Campeonato Paulista.

Por fim, a Soccer Grass prometeu que vai, “no menor espaço de tempo, trocar o termoplástico”. A empresa também explicou que o campo já foi aprovado em quatro testes oficiais da FIFA desde que foi instalado.

O Palmeiras questionou nesta semana a manutenção de seu gramado após a lesão de Bruno Rodrigues, ocorrida no jogo contra a Inter de Limeira. As chuteiras dos atletas, inclusive, ficaram com uma espécie de “pasta” grudada no solado.

Um árbitro também reclamou da situação — o UOL teve acesso a um diálogo em que o profissional mostra preocupação com a situação.

O que diz a Soccer Grass?

“Em função das elevadas temperaturas, como todos têm acompanhado, inclusive passando muito da média histórica da cidade de São Paulo, o termoplástico colocado na composição da formação do gramado sintético do Allianz Parque tem apresentado um problema já identificado, onde ocorre o fato desse termoplástico derreter e se tornar uma pasta.

É importante destacar que durante esses quase quatro anos de atividades, desde que o gramado sintético foi aplicado no estádio, veio ao Brasil em quatro oportunidades o laboratório credenciado pela Fifa, e o campo sempre foi aprovado em todos os testes.

Outro agravante: além das altas temperaturas, constatamos que a poluição também provoca seus efeitos no termoplástico, pois a gordura faz com que potencialize esse problema do termoplástico. Fizemos laudos com laboratórios especializados que identificaram esses efeitos.

A Soccer Grass está preparada para começar imediatamente uma revisão no gramado para que ele continue sempre na melhor condição, iremos no menor espaço de tempo trocar o termoplástico.

Hoje pela manhã a Soccer Grass fez testes de impacto e absorção no Allianz e está tudo pronto para o jogo contra o Santos.

Nesse período de quatro anos de parceria, o Palmeiras, com muita competência diretiva, dos seus profissionais e atletas, acumulou títulos como Copa São Paulo de Futebol Juniores de 2022 e 2023, Campeonatos

Paulistas de 2020, 2022 e 2023, Copa do Brasil de 2020, Campeonatos Brasileiros de 2022 e 2023, Recopa Sul-Americana de 2022.”

Monitorado por Vejas.com.br – Link Original:
Empresa cita calor e poluição para justificar ‘pasta’ em gramado do Allianz