Foto: Arquivo/Cidadeverde.com

De janeiro a dezembro de 2023, o Piauí abriu 28.929 empresas, sendo 20.398 microempreendedores individuais (MEI) formalizados no Portal do Empreendedor e 8.531 empresas no portal Gov.Pi Empresas. No total, o estado fechou o ano com 276.747 empresas ativas. As informações constam do balanço da Junta Comercial do Estado do Piauí (Jucepi) elaborado a partir de dados extraídos do Gov.Pi Empresas.

Segundo a presidente da Jucepi, Alzenir Porto, os números positivos refletem a confiança do empresariado que encontra um ambiente favorável para abrir seu negócio. “O Piauí é referência nacional na digitalização dos serviços públicos, é o estado mais rápido para se abrir uma empresa no Brasil e tem um governo empreendedor, que olha o empresário como parceiro no desenvolvimento econômico do estado. Tudo isso, somado a facilidade e a rapidez em formalizar um negócio com segurança jurídica atrai novos investimentos que geram emprego e renda aos piauienses”, afirma.

Segundo a presidente da Jucepi, Alzenir Porto, os números positivos refletem a confiança do empresariado que encontra um ambiente favorável para abrir seu negócio. “O Piauí é referência nacional na digitalização dos serviços públicos, é o estado mais rápido para se abrir uma empresa no Brasil e tem um governo empreendedor, que olha o empresário como parceiro no desenvolvimento econômico do estado. Tudo isso, somado a facilidade e a rapidez em formalizar um negócio com segurança jurídica atrai novos investimentos que geram emprego e renda aos piauienses”, afirma.

Das 8.531 empresas abertas pela Jucepi no portal Gov.Pi Empresas, 6.771 são microempresas (79%), 1.158 empresas de pequeno porte (14%), 602 demais empresas não enquadradas no Simples Nacional (7%). Com relação a natureza jurídica, 5.578 são sociedades empresárias limitadas (65%); 2.852 empresários individuais (34%); e as demais somam 1%.

A atividade econômica predominante é o comércio com 3.593 empresas (42,12%), seguido dos serviços com destaque para saúde humana com 1.184 empresas (13,88%) e atividades profissionais, científicas e técnicas com 598 (7,01%). O quarto setor que mais formalizou negócios foi o de construção com 445 empresas (5,22%). As atividades administrativas e serviços complementares ocupam a quinta posição com 435 empresas (5,10%).

Os 20 maiores municípios do Piauí representam 75,18% das empresas abertas na Jucepi. A capital Teresina recebeu 3.721 novas empresas (43,62%). No interior, Parnaíba recebeu 488 empresas (5,72%); Picos 345 (4,04%); Floriano 257 (3,01%) e Bom Jesus 183 (2,15%).

Monitorado por Vejas.com.br – Link Original:
Piauí abriu mais de 28 mil empresas durante o ano de 2023