A funcionalidade é impulsionada por um micro giroscópio (sensor que detecta a velocidade angular) e um processador, que trabalham juntos para detectar o movimento e o ângulo de uma queda.

Segundo o site DesignTaxi, assim que um potencial acidente é identificado, a roupa ‘explode’ em apenas 0,18 segundos, significativamente mais rápido do que o tempo médio que alguém leva para atingir o solo.

O acessório também possui um microchip que coleta dados de movimento humano 200 vezes por segundo e um algoritmo proprietário de inteligência artificial que analisa a postura do usuário, tornando os coletes e cintos verdadeiros ‘escudos contra quedas’.

Com cerca de 200 milhões de idosos só na China, o impacto potencial do produto é gigante.

Monitorado por Vejas.com.br – Link Original:
Startup cria ‘airbag’ vestível para proteger idosos quando eles caem | Tecnologia